Vale a pena deixar o setor privado para prestar concurso público?

Prestar concurso público pode ser um caminho importante para quem busca uma colocação profissional relevante, normalmente com vencimentos altos e estabilidade. Entretanto, do outro lado, há o setor privado, com ótimas oportunidades de desenvolvimento e um plano de carreira.

Antes de tomar a decisão de prestar um concurso público é fundamental analisar todos os aspectos que envolvem ocupar um cargo do tipo e, principalmente, o desafio de se preparar para prestar um concurso público.

Será que vale a pena deixar um cargo no setor privado para se aventurar no setor público? Você vai conferir neste post todos os aspectos importantes e que devem ser levados em consideração antes de tomar essa decisão. Acompanhe!

O mercado de trabalho nos setores público e privado

O mercado de trabalho é um fator fundamental ao se analisar uma carreira profissional específica. É muito comum pensar em uma área de atuação que se gosta e que se tenha o desejo de seguir e, consequentemente, analisar como são as oportunidades que esse segmento dispõe.

Fatores como possibilidades de cargos, chances de desenvolvimento, remuneração e, principalmente, volume de vagas, são fundamentais de serem levados em conta.

A importância da situação do mercado de trabalho é tanta que, muitas vezes, esse fator é decisivo na hora de escolher um curso de formação superior. De fato, é razoável considerar uma outra formação se a primeira opção não dá acesso a boas chances de emprego, com possibilidade de alçar vencimentos consideráveis e desenvolvimento profissional.

Quando se trata de decidir entre o setor público e privado, o mercado de trabalho é visto de formas distintas, com características muito particulares em cada um desses setores. Para muitos, prestar concurso público pode surgir como uma aposta certeira para vencer momentos de instabilidade, o que realmente pode parecer uma escolha muito segura.

Em contrapartida, o setor privado tem vantagens próprias e que não podem ser descartadas quanto às oportunidades de emprego e as chances de desenvolvimento de carreira. Desse modo, analise a seguir cada um dos casos mais detalhadamente para pontuar suas características principais.

No setor privado

Feita a análise de maneira simples e sucinta, é possível afirmar que a amplitude de oportunidades de emprego no setor privado é muito maior. Há grande diversidade de segmentos e profissões que podem ser exploradas, apresentando variações de atuação e nichos de mercado que são abertos constantemente, devido às novas maneiras de se trabalhar.

A tecnologia é um fator que faz muita diferença nesse ponto. Com a diversidade de aplicação de recursos digitais em diversas profissões, segmentos e cargos, a tendência é que surjam novas demandas de trabalho, o que cria oportunidades a todo momento. Com isso, profissionais ganham cada vez mais chances de ocuparem vagas que são criadas para atender a essas necessidades.

Entretanto, ao mesmo tempo em que novas oportunidades surgem de acordo com o desenvolvimento dos segmentos, muitas portas se fecham e várias áreas acabam sendo prejudicadas, e o motivo é um só: instabilidade econômica do país.

Nos últimos anos, o Brasil tem passado por uma situação pouco favorável, o que fez com que alguns setores retrocedessem bastante, fechando empresas, deixando de gerar vagas e afetando as estatísticas do desemprego.

Outro importante ponto a ser abordado é a competitividade. É claro, quem busca as melhores oportunidades precisa estar nos mais altos níveis e o mais rápido possível. Isso faz com que seja imprescindível a preparação em altos níveis. O ensino superior é obrigação, enquanto o destaque fica para as pós-graduações e, principalmente, o MBA (Master of Business Administration).

Apesar de oferecer a oportunidade de chegar a cargos de muito prestígio e alta remuneração, é preciso ser claro quanto a isso: são poucos que os ocupam! O caminho é árduo, a competitividade é grande e tem muita gente bem preparada. Sendo assim, é importante saber que para estar nos mais altos níveis o trabalho é duro e, grande parte das vezes, acontece com anos de dedicação.

No setor público

Apesar de mais restrito, o mercado de trabalho no setor público dificilmente sofre com escassez de vagas. É constante o fluxo de abertura de novas oportunidades, pois a todo tempo servidores estão se aposentando e deixando suas vagas em aberto. Anualmente, um concurseiro sabe que terá várias chances de ocupar uma vaga de qualidade e então basta ficar de olho em datas e editais que estão prestes a serem lançados.

Essa característica permite que sempre haja boa demanda de concursos em aberto. O setor público sofre muito pouco com os reflexos da condição do país no que diz respeito à oferta de novas vagas.

Quem vai prestar concurso público também pode esperar bons salários. Há oportunidades em todos os níveis, desde o fundamental até o superior, em áreas distintas e que abrangem as principais profissões.

Um ponto importante e que merece destaque é em relação aos vencimentos iniciais. A depender da área, e por serem definidos por lei, os salários de quem está começando no setor público acabam sendo mais altos do que os de quem inicia uma carreira no setor privado. Esse é um atrativo relevante e que faz toda diferença, especialmente em um mercado tão competitivo.

As restrições também costumam ser menores quanto aos perfis profissionais e pessoais. Quem se dispõe a prestar concurso público precisa ter a competência para buscar a aprovação e ocupar o cargo em questão.

As vantagens de deixar o setor privado para o setor público

Cada vez mais essa migração tem se tornado um movimento comum. Prestar concurso público mesmo tendo um cargo no setor privado é uma tendência e os motivos são os mais variados possíveis. Trabalhar no mundo corporativo pode expor uma pessoa a diversas situações que causam insatisfação, além dos outros fatores corriqueiros que esse mercado apresenta no seu cotidiano.

Ao deixar o setor privado e prestar concurso público, o trabalhador sabe que terá um estilo de vida diferente, não só no que é relacionado à sua atuação profissional, mas também ao seu dia a dia. Longas jornadas de trabalho, por exemplo, serão substituídas por cargas horárias bem definidas e que normalmente são respeitadas.

A segurança da estabilidade também é um fator diferencial, que dá tranquilidade e confiança para exercer um bom papel e realizar investimentos de nível pessoal, com a certeza de que o emprego será mantido.

A transição para o setor público pode representar avanços como a conquista do objetivo de uma casa própria, segurança para arcar com custos familiares, além de obter benefícios como plano de saúde e auxílio alimentação.

Junto com a mudança para a uma carreira no setor público pode vir também o desenvolvimento intelectual, graças a possibilidade de, com melhores condições financeiras e horários bem definidos, cursar uma universidade ou uma pós-graduação. Assim, com melhor preparo, é possível prestar concurso público para cargos mais altos, pois nunca se deve ficar parado!

A dedicação a um concurso público

Junto à decisão de tentar um lugar no setor público deve vir a consciência do esforço necessário para se preparar adequadamente. São poucas vagas para muitos concorrentes, afinal, muita gente busca as vantagens e os benefícios que esses cargos oferecem, então é importante estar devidamente pronto para realizar uma prova com sucesso no grande dia.

Certamente você não vai se dedicar a uma oportunidade só, pois um concurseiro de sucesso tem sempre um amplo leque de opções. Isso garante mais chances de aprovação e, dependendo do desempenho e do nível de preparação, a oportunidade de poder escolher qual cargo será ocupado.

A dedicação precisa ser alta, e isso também pode significar abrir mão de algumas coisas em favor de hábitos mais adequados a quem está buscando conquistar um objetivo tão relevante quanto prestar concurso público. Jornadas duplas divididas entre trabalho e estudos serão comuns, assim como planos de estudos mirabolantes e contato constante com conteúdos.

É importante se cercar do que tiver de melhor para a preparação adequada, desde os melhores materiais de estudo até os professores mais experientes e capacitados para pavimentar um caminho de sucesso até a aprovação. Alguns fatores são fundamentais em relação à dedicação para o concurso. Vamos conhecê-los?

Esteja atento às oportunidades

Concursos públicos são um assunto bastante relevante e que tem muito espaço na mídia. Há veículos especializados e voltados para a divulgação das oportunidades, então é fundamental estar atento. Todos os dias novos editais ou informações prévias são veiculadas sobre as oportunidades que estão abrindo ou que vão surgir em breve.

Tente se manter sempre atualizado, acompanhando diariamente diferentes meios, especialmente a internet, em que o acesso às informações é mais dinâmico. Assim, você saberá imediatamente quando uma oportunidade adequada e que seja interessante aparecer, sem perder tempo, tendo a chance de se inscrever.

Busque algo dentro do seu nível de formação

É importante que durante essa busca pelos melhores concursos que estão prestes a abrir haja a atenção para aqueles que correspondem ao seu nível de formação atual. Se você, por exemplo, está cursando a universidade, só poderá concorrer àqueles que são para o nível fundamental e médio. Isso pode ser frustrante, mas faz parte das regras dos cargos públicos.

Nesses casos é preciso saber estudar qual é o melhor momento de prestar um concurso público. De certa forma, esperar pode ser uma maneira de ter tempo de se preparar adequadamente, além do que, prestar concurso em níveis menores serve como bons testes para quando concluir os estudos, poder disputar vagas com maior exigência a nível de formação.

Esteja sempre atento a esse detalhe para se manter atualizado sobre as melhores oportunidades dentro de suas capacidades quanto à formação acadêmica. Se você se esforçou para conseguir se desenvolver nos estudos, é importante fazer isso valer na hora de prestar concurso público.

Busque um curso preparatório

A preparação quanto aos estudos deve ser a principal preocupação de quem visa essa mudança. Estudar com os melhores conteúdos, em planejamentos eficientes e feitos de acordo com a relevância de temas, além de contar com professores capacitados, é indispensável. Tudo isso você encontra em um lugar: no curso preparatório.

Com a ajuda especializada fica muito mais fácil ter contato com métodos de aprendizado e de estudos totalmente voltados para quem quer prestar concurso público. Você vai se preparar diante de temas que realmente são cobrados, vai praticar por meio de exercícios adequados quanto ao modelo aplicado pelas bancas e terá orientações precisas em relação a abordagem mais adequada na hora de realizar a prova.

Os cursos preparatórios têm todo um planejamento eficiente e que conduz o candidato ao aprendizado e à prática dos temas no tempo certo, com um desenvolvimento intelectual que respeita uma programação definida de acordo com os calendários dos principais concursos do Brasil. Os professores são experientes nesse modelo de ensino e são capazes de ensinar com autoridade sobre os assuntos e extraírem o máximo do desempenho dos alunos.

Cuide do corpo e da mente

Quando se trata de uma preparação adequada para prestar concurso público, é muito comum pensar em estudos e em um planejamento cronológico, considerando datas importantes. Entretanto, para encarar rotinas pesadas de estudos, que muitas vezes são combinadas com trabalho e outros compromissos importantes, é preciso estar bem física e psicologicamente.

A saúde precisa estar em dia para que o candidato tenha a capacidade de absorver conteúdos e se dedicar aos estudos durante os meses de preparação que antecedem o concurso. Dormir bem, comer adequadamente e praticar exercícios físicos são algumas das principais recomendações para que o corpo esteja pronto para suportar a rotina acelerada.

No que diz respeito às condições psicológicas, é importante saber encarar a pressão para o bom desempenho na prova. É preciso trabalhar formas de diminuir a ansiedade e o nervosismo, que podem ser muito prejudiciais no dia da prova.

Além disso, durante a preparação o candidato precisa ter recursos para relaxar e conseguir encarar as rotinas com maior disposição. Mesmo com o tempo escasso, não dá para deixar de lado os hobbies e as coisas que façam feliz, divirtam e acalmem. Contanto que esses momentos sejam dosados, eles são fundamentais para que o candidato esteja bem psicologicamente para se dedicar aos estudos.

As vantagens de ser funcionário público

Os pontos de destaque no trabalho no setor público são inúmeros e se apresentam de todas as maneiras possíveis. Bons salários, benefícios e uma rotina bem definida, sem espaço para mais tempo que o determinado por lei no ambiente de trabalho. Saber dessas vantagens pode ser um grande fator motivacional para poder se dedicar à rotina de estudos.

Conseguir a aprovação ao prestar um concurso público não é uma missão fácil, porém tudo se justifica diante das vantagens de ser um trabalhador desse setor. Confira a seguir os pontos positivos de quem obtém a tão sonhada aprovação.

Remuneração

A remuneração dentro do setor público, na maioria das vezes, se mostra muito interessante. Independentemente de nível de escolaridade, idade e experiência prévia é possível iniciar ganhando um bom salário. Como falamos neste conteúdo, tudo depende do nível do curso. Quanto maiores as exigências, mais altas as possibilidades de vencimentos.

De uma forma geral, no Brasil os funcionários públicos ganham 67% a mais do que quem trabalha no setor privado. Esse é um grande atrativo, tendo em vista as dificuldades de conseguir se desenvolver no mundo corporativo, especialmente pela alta disputa. Poder ter vencimentos competitivos sem precisar estar constantemente em uma sala de aula, por competência e sem precisar de networking é um prêmio a quem se esforça para ser aprovado.

Estabilidade

A vantagem principal e mais buscada no setor público é a estabilidade. A certeza de ter um emprego garantido por toda a vida, tendo sequência em uma aposentadoria tranquila é o sonho e o objetivo de muita gente que passa a se dedicar à aprovação. Quando comparamos esse quadro ao setor privado, é realmente muito atraente, já que no mundo corporativo as coisas são mais dinâmicas.

Quem consegue a aprovação em um concurso tem maior segurança e tranquilidade para exercer suas funções, com a certeza de que nenhum fator externo vai influenciar para que haja uma possibilidade de demissão. Perante a lei, há apenas 3 possibilidades em que um concursado pode ser retirado de seu cargo:

  • sentença judicial;
  • processo administrativo;
  • reprovação em avaliação.

Em todos esses casos o funcionário tem defesa assegurada, tendo o direito de recorrer caso esteja em alguma dessas condições.

Carga horária

Infelizmente, é muito comum ver funcionários do setor privado cumprindo com cargas horárias abusivas e excessivas, sempre defendendo o direito de empresas que parecem não se importar com o funcionário.

Pela insegurança de perder um bom cargo, especialmente diante do alto índice de desemprego no Brasil, trabalhadores se veem obrigados a trabalhar muito além do que está estipulado em seu contrato.

Esse problema não atinge o setor público. Nele, o concursado cumpre apenas com sua carga horária, sem necessidade de horas extras e, principalmente, sem nenhum tipo de pressão para que o faça, já que isso jamais pode gerar uma demissão.

Benefícios adicionais

O trabalhador do setor público também possui bons benefícios além de seus vencimentos mensais. Plano de saúde, auxílio alimentação e transporte, além de convênios com universidades, com os quais pode obter bons descontos em mensalidades para se desenvolverem academicamente, funcionando como ótimo incentivo.

Há benefícios específicos como o auxílio-creche e auxílio-maternidade, além dos benefícios mais básicos como férias e 13º salário.

Aposentadoria

A aposentadoria se apresenta diferenciada para quem trabalhou toda uma vida como funcionário público. A principal vantagem nesse ponto está no que diz respeito ao salário que é mantido quando o trabalhador se aposenta, sem nenhum tipo de perda em relação a valores, contrariamente ao setor privado.

O trabalhador, ao se aposentar, fica recebendo o último salário que ganhava quando ainda estava trabalhando ativamente. Pode haver somente a perda de alguns benefícios referentes aos auxílios.

A rotina para quem quer prestar concurso público

Ao iniciar a preparação de estudos para prestar concurso público é importante adotar hábitos para garantir a aprovação. Rotina de estudos, saber como estudar e trabalhar dividindo bem o tempo e ter um bom cronograma a seguir são alguns dos recursos indispensáveis para chegar no dia da prova em totais condições de buscar uma aprovação.

Desenvolva um cronograma

O cronograma é parte importante do planejamento para que todos os conteúdos sejam abordados em tempo hábil, compreendidos, revisados e praticados até o dia da realização da prova. Certifique-se de que nada vai ser esquecido.

Divida os conteúdos pelos meses, semanas e dias nos quais você vai se dedicar a cada um deles. Realizando um cronograma bem dividido e que abranja todos os temas, você conseguirá passar por tudo e obter relevância nos seus estudos.

Respeite os horários

Quem quer se preparar para um concurso público precisa ter em mente que respeitar horários é fundamental para conseguir encarar o cotidiano bem. Não tem como vencer a preguiça e o sono sem dormir bem. De nada vai adiantar virar a noite estudando, se no outro dia você ficará incapacitado de fazer qualquer coisa por conta do sono.

Durma bem, acorde cedo e respeite a programação que você fez no dia para abordar todos os assuntos que julga como necessários. Desrespeitar seu próprio planejamento pode significar uma preparação pouco regrada.

Revise conteúdos

Alguns conteúdos podem se mostrar mais difíceis quando você estiver estudando para prestar concurso público, isso é comum. É importante que você entenda a necessidade de revisá-los frequentemente, pois essa é a única maneira de entender definitivamente e conseguir chegar capacitado para o dia da prova.

Pratique português e redação

Parte fundamental de uma prova de concurso público, português e redação têm peso grande e influencia bastante na nota final do candidato. Quem vai prestar concurso público precisa estar ciente disso e se preparar adequadamente nessas duas disciplinas.

Há cursos voltados para português, nos quais são abordados os temas que costumam ser cobrados pelas principais bancas de provas de concurso no Brasil. A abordagem é a mesma que será vista no dia, o que torna o estudo eficiente.

O mesmo acontece com a redação, com professores que fazem correções dedicadas, apontando os principais pontos a serem melhorados, tanto na coesão do texto, quanto na escrita.

Prestar concurso público é um caminho cada vez muito comum e bastante atrativo, como você viu ao longo deste conteúdo. Basta dedicação e aplicação com os estudos, e assim o caminho para um futuro melhor pode ser trilhado.

Agora que você já sabe mais sobre esse assunto, aproveite e confira nosso post sobre como conciliar trabalho e estudo com eficiência!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.