Como superar o medo da prova?

Você começa a estudar e as preocupações aparecem? Na semana das provas, o seu nervosismo atrapalha e você não consegue manter o foco e a concentração? No grande dia, você sente medo da prova, insegurança, ansiedade e tem a sensação de que não estudou nada? Já passou por isso?

Se já, então é preciso aprender a controlar o impacto emocional para não ficar no prejuízo. É natural bater um nervosismo, mas isso não pode paralisar suas ações e colocar a perder tudo que você estudou.

De fato, dominar o medo é essencial para alcançar o seu sucesso na prova. Pensando nisso, preparamos este artigo para ajudá-lo a lidar melhor com essa situação e conseguir atingir sua meta principal: a aprovação. 

Ficou interessado? Então, continue esta leitura!

Descubra a origem do medo

Você já procurou saber quando e como esse medo começou? Esse sentimento pode estar associado a alguma reprovação no passado, à cobrança excessiva da família, ao perfeccionismo exagerado nos estudos, ao medo de falhar, à sensação de culpa, dentre outras razões. 

Por mais complexo que pareça, é essencial descobrir a origem desse medo, pois só assim você encontrará formas de enfrentá-lo.

Que tal colocar no papel tudo o que pode estar provocando essa emoção? Questione-se. Por exemplo, você já foi reprovado? Já teve alguma discussão familiar por causa dos estudos? Costuma ser muito exigente consigo mesmo? Para cada resposta afirmativa, vivencie novamente a situação, fique atento aos sentimentos que surgem e escreva-os. Depois, ao lado de cada sentimento anotado, procure apontar uma solução. Se escreveu culpa, pode escrever paciência ao lado da palavra. Esse exercício deve ser feito com muita tranquilidade.

Enfrente a situação

Quando o medo surge, a melhor forma de vencê-lo é encarando-o de frente. E como isso é possível? 

Muitas vezes, o que nos causa medo é o desconhecido. Quando você sabe exatamente o que está passando e encara a situação, acaba percebendo que não havia motivo para pânico. Parece uma técnica simples demais. Mas acredite: funciona.

Treine sua concentração em casa

É comum os candidatos terem medo de perder a concentração no grande dia. Infelizmente, não há como prever quando vai acontecer, mas é possível se prevenir. As orientações a seguir deixam o cérebro mais afiado e melhoram a concentração:

  • escolha uma palavra e repita na mente por 5 minutos;

  • tente não pensar em nada por, pelo menos, 10 minutos;

  • pratique meditação;

  • faça listas com as tarefas do dia a dia;

  • faça palavras cruzadas, sudoku e jogo das diferenças;

  • estabeleça prazos para suas metas.

Pense que é apenas um exame

Toda oportunidade tem sua importância, mas sua vida não depende dela. Por mais que o concurso seja muito desejado e que a aprovação seja sua chance de sair do desemprego ou conquistar com um bom salário, encare-o com naturalidade. 

Faça a sua parte e relaxe, pois assim você diminui a pressão. Ficar pensando que é sua obrigação passar a qualquer custo é uma postura que só prejudica o seu esforço e aumenta o medo da prova. De nada adianta ter disciplina, estudar toda a matéria e ter confiança em si mesmo, se você achar que tem que passar na primeira tentativa.

Divirta-se e descanse

Você deve estudar muito sim, mas não exagere. Tenha momentos de lazer e aproveite cada minuto deles, pois se distrair nos dias que antecedem a prova faz muito bem. A mente precisa descansar e, depois de dias e até meses de estudos, a melhor forma de fazer isso é se divertindo. Além de relaxar, você vai aliviar a tensão antes da prova e driblar o nervosismo. 

Reserve um tempo para ir ao cinema, sair com a família e com os amigos ou simplesmente para dormir. E não adianta estudar na véspera da prova. O que você não aprendeu em meses de estudo, certamente não aprenderá de um dia para o outro.

Seja pontual

Você deve estar se perguntando o que a pontualidade tem a ver com o medo da prova? O que acontece é que os atrasos desestabilizam emocionalmente o candidato, fazendo com que ele fique ainda mais ansioso. 

Então, procure chegar bem antes ao local de realização da prova. Com tempo de sobra, você ficará bem mais tranquilo para encontrar a sala, organizar o material e esperar o início da prova. 

Aprenda a respirar para reassumir o controle

Mal começou a prova e você já quer entregá-la porque está com medo de não conseguir chegar até o fim? Nesse momento, é comum sentir nervosismo, ansiedade e estresse. O problema é que junto com esses sentimentos vem também o famigerado “deu branco”. Quando você aprende a controlar a respiração, tem nas mãos uma arma muito eficaz. 

Quando sentimos medo ou ansiedade, o coração acelera, as mãos ficam trêmulas e frias e começamos a suar. Então, feche os olhos e procure controlar a sua respiração. O ideal é respirar devagar, mas de forma intensa. Inspire pelo nariz e expire pela boca. Dessa forma, você poderá alinhar a sua respiração com os seus pensamentos, uma vez que sua mente provavelmente estará a uns “mil por hora” por causa da prova.

Com a respiração e os pensamentos alinhados, você envia ao cérebro uma mensagem de que está tudo bem e que não há motivo para pânico. Aos poucos, o corpo começa a se estabilizar e os sintomas desaparecem. Essa técnica pode ser usada inclusive durante a prova, quando você se deparar com questões mais difíceis.

Resumindo: sempre que os pensamentos negativos e a ansiedade aparecerem, pare o que está fazendo, feche os olhos, esqueça o que está acontecendo ao seu redor e se concentre exclusivamente na sua respiração. Em menos de cinco minutos, você se sentirá muito melhor.

Curta a prova

Isso mesmo. Curtir é a palavra de ordem. Não fique imaginando que está indo para a forca. Ao contrário, pense que você está tendo uma experiência única de demonstrar os conhecimentos que assimilou.

Entenda que a prova será o feedback do seu estudo, ou seja, por meio dela, você poderá avaliar como está o seu desempenho nas disciplinas. Por isso, aproveite a oportunidade para responder às questões com muita cautela e, principalmente, atenção. Lembre-se de que você estudou, fez por merecer a vaga e cumpriu a sua parte da melhor maneira. Se concentre na prova e tente se desligar do mundo exterior, mesmo que não seja fácil.

Uma boa dica é começar respondendo às questões das matérias com as quais você tem mais afinidade, com o propósito de adquirir autoconfiança. Você é craque em Direito Constitucional? Comece por essa disciplina. Manda bem em Português? Então, vá direto para essas questões. Na medida em que vai concluindo cada disciplina, você vai ganhando segurança e se livrando do medo. Se souber aproveitar essa experiência, curtindo cada lição que ela oferece, aprenderá muito.

Supere e aprenda com as reprovações

Você estudou e não foi aprovado? Faz parte! Pode acreditar. O segredo do sucesso está na persistência e na forma como você encara os desafios que encontra no seu caminho. A questão é que, cada vez que você uma reprovação te abater, o medo de encarar a próxima prova só aumenta.

Respire fundo e comece de novo. Refaça a prova, reveja as questões que errou e aproveite todo o conhecimento adquirido para o próximo concurso. Além disso, preparamos mais algumas dicas para ajudá-lo a superar esse momento e recomeçar sem medo.

Reveja seu método de estudo

Pode ser que a metodologia usada não esteja adequada às suas necessidades. Que tal adotar outra? Se você tem facilidade de absorver informações visuais, invista nos resumos e exercícios. Mas, se precisa que alguém explique a matéria, prefira as aulas — presenciais ou on-line.

Peça ajuda

Não tenha vergonha de pedir apoio. O fracasso é de quem desiste e não de quem tropeça (e se levanta). Por isso, analise a prova e veja em quais matérias seu desempenho foi pior. Depois, peça o auxílio de outros concurseiros e de professores para esclarecer dúvidas.

Não se culpe

Se você deu o seu melhor, não se martirize caso não tenha sido para a aprovação. Ficar se culpando só atrasa as coisas. Por isso, após superar a tristeza — que é natural nesses casos —, se levante, estabeleça uma meta e comece de novo. Passar em concurso ou vestibular requer muito esforço e superar as reprovações requer muita inteligência emocional.

Como você pode perceber, o medo é uma emoção que pode ser controlada. Nada é tão assustador — nem mesmo uma potencial reprovação. Tudo o que você passa na vida são experiências, com lições importantes. Por isso, domine o seu medo seguindo as dicas que apresentamos neste texto. 

E agora que você sabe como perder o medo da prova, compartilhe estas dicas com seus amigos nas redes sociais e ajude outras pessoas a superar também esse desafio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.