As 7 melhores dicas para redação em concurso público

Além da grande quantidade de questões objetivas, a redação em concurso público geralmente é uma das principais etapas a serem enfrentadas pelo candidato. Por isso, esse tipo de prova costuma causar bastante ansiedade e inquietação. Saber como escrever uma e ganhar bons pontos é o que muitos desejam.

Felizmente é possível seguir alguns passos para elaborar uma boa redação. Por exemplo, evitar erros de português e se organizar melhor com o tempo de prova. Mas não para por aí.

Quer saber mais? Acompanhe este texto e conheça 6 dicas imbatíveis para ir bem na prova de redação.

1. Organize seus pensamentos sobre o tema proposto

As provas de redação geralmente contêm textos de apoio que ajudam na formulação de ideias sobre o tema a ser escrito. No entanto, se não houver uma organização dessas reflexões, o candidato pode ter dificuldades de se posicionar sobre o assunto e demorar mais para começar a escrever.

Nesse sentido, comece reunindo as ideias em um rascunho. Coloque, de forma sucinta, os pontos principais que vão servir como argumento sobre o tema proposto.

Organize de forma lógica. Uma dica é separar causas e efeitos, consequências e soluções. Então, é só começar a escrever seguindo a estrutura padrão de redação para concurso público.

2. Obedeça a estrutura da redação

Muitas provas de redação exigem o estilo dissertativo. Isso quer dizer que, além de defender uma ideia, você terá que seguir uma estrutura.

Para começar, o texto deve abrir com uma breve introdução, apresentando o seu ponto de vista em determinado contexto. É importante apenas citar de forma breve alguns argumentos. A explicação ou descrição de cada um deles deve ser feita no que é chamado de desenvolvimento.

Os pontos de convencimento devem ser trabalhados em parágrafos. Por isso, essa parte do texto é maior que a introdução.

Uma dica para essa parte do texto é usar conjunções que criam uma relação lógica entre os argumentos. Assim, você vai deixar o texto com uma leitura mais fluída e ganhar pontos no quesito coerência.

Por fim, chegou a hora da conclusão. Ela deverá retomar sinteticamente a argumentação, apresentando alternativas para o tema proposto. Pode ser uma sugestão de intervenção por parte do governo ou da população em geral.

Seguindo essa estrutura, ficará mais fácil escrever. Além do mais, aumenta-se a chance de obter pontuação maior.

3. Posicione-se com clareza

Escrever demais sobre um tema nem sempre é vantajoso para obter pontos na prova de redação de concurso público. Isso porque, geralmente, uma grande quantidade de conteúdo não garante clareza sobre seu ponto de vista, aspecto essencial para obter boa pontuação na prova.

Sendo assim, posicione-se de forma objetiva. Deixe claro para o leitor o que você está tentando sustentar. Uma maneira de sinalizar isso é evitar períodos e parágrafos muito longos. Tente formular frases mais curtas, utilizando com critério a pontuação e sintetizando quando possível.

Também é importante escolher sempre a ordem direta das frases. Ou seja, o sujeito seguido do verbo e seus complementos nominais e verbais. A troca desses termos pode provocar confusão, ambiguidade e provocar erros de concordância.

4. Evite erros comuns

Em toda prova de redação, parte da pontuação é destinada à adequação do conteúdo à norma culta da Língua Portuguesa. Ou seja, além de capacidade de argumentar, é necessário dominar a língua materna para não perder nota.

Nesse sentido, é preciso evitar erros comum, por exemplo, os deslizes com a crase. Para quem até então não sabe, a crase é a união do artigo “a” com a preposição “a”, que, por conta dessa junção, recebe o acento grave (`), transformando-se em “à”.

A crase é utilizada segundo normas específicas, mas é importante você conhecer principalmente os casos proibidos.

Quer um exemplo? Não se usa crase antes de palavras masculinas em geral. Então, expressões tais como “a pé” e “a prazo” não recebem o acento grave. Também não existe crase antes de verbos: “A partir de hoje, todo estudante deve saber Filosofia”.

Outro erro de português comum tem a ver com questões típicas de ortografia. O embaraço mais corriqueiro é confundir palavras com sons semelhantes, mas de grafia diferente. Por exemplo, a palavra “acético” está relacionada ao vinagre. Já a palavra “ascético” está relacionada ao ascetismo.

Também é um erro muito frequente de ortografia o uso dos prefixos “ante” e “anti”. Saiba que “ante” indica anterioridade, nesse sentido, temos como exemplo as palavras “antepor” e “anteprojeto”. Já o prefixo “anti” demonstra oposição, como nas palavras “antiabolicionista” e “antiaborto”.

Deixar de cometer esses erros é uma boa estratégia para não perder pontos na redação.

5. Fique de olho no tempo de prova

De nada adianta ter os melhores argumentos se você não tiver tempo de colocá-los no papel. Por isso, saiba administrar o seu tempo na hora da prova!
Uma forma de se acostumar com ele é treinar em casa.

Faça redações várias vezes por semana. Organize-se dentro do prazo determinado pelo edital da prova de concurso e separe momentos para escrever. Assim, você se prepara para elaborar uma boa redação dentro de um tempo já testado por você.

6. Mantenha-se bem informado sobre os principais assuntos

Ler aumenta sua capacidade de argumentar e, assim, de melhorar o conteúdo sobre o qual você está escrevendo. Ao colocar isso em prática, você consegue formar um repertório de conhecimento crítico.

Ou seja, quanto mais você faz a leitura sobre diversos assuntos e pontos de vista, mais será capaz de formar sua opinião e argumentar para convencer os outros.

Por isso, procure manter-se sempre atualizado sobre as notícias e temas discutidos na atualidade. Leia livros, revistas, jornais e demais veículos que possam ser ricos para a sua argumentação.

Essas são algumas dicas de redação em concurso público. Durante a preparação tanto para as provas objetivas, quanto para a redação, é importante fazer atividades físicas. Com elas, é possível melhorar a memória e concentração, além de eliminar o estresse dos estudos.

7. Invista em um curso preparatório!

A redação é o diferencial para você conquistar a sua classificação. Já imaginou ficar entre os melhores e conseguir a sua posse? É fundamental saber passar as ideias para o papel de forma clara e objetiva. Por isso, invista em um curso específico para aprender a escrever da forma cobrada pela banca, a estrutura adequada e o que não pode faltar para você conseguir uma boa nota.

No curso específico de redação, a professora Flávia Rita trabalha os aspectos cobrados pela organizadora, a estrutura e os itens exigidos, para você dominar a redação e conseguir conquistar a sua vaga.

Gostou dessas informações? Fique por dentro de outros assuntos seguindo a nossa página no Facebook, Youtube, Twitter, Instagram e Linkedin.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.