9 técnicas de estudo para passar em concurso

Estudar para concurso é uma tarefa que demanda esforço e dedicação, mas também vai além disso, é preciso utilizar técnicas de estudo para conseguir fixar a matéria e ter resultados melhores. Existem muitas técnicas que se aplicam a diferentes perfis de concurseiros, nós listamos 10 que podem ajudar a tornar seu estudo mais eficiente, confira quais são elas:

9. Grifar

A técnica mais usada de todos os tempos, talvez pela sua facilidade, já que é só passar o marca-texto e pronto, o conteúdo já “baixado” e está na cabeça.

Mas é preciso utilizar com moderação, isso porque ela não requer quase nenhum esforço de raciocínio, o cérebro não reconhece a importância da atividade e não grava nada só porque tem cores em destaque. Mas é uma boa maneira se utilizar a próxima técnica em conjunto.

8. Releitura

Ler uma vez um texto ou um conteúdo de estudo não basta, é preciso repetir o processo. E para surtir ainda mais efeito é necessário que a releitura seja feita imediatamente após a primeira leitura do conteúdo, caso contrário, não vai em nada ajudar no seu desempenho.

7. Mnemônica

Essa técnica é bastante utilizada nas matérias de química, física e matemática. Trata-se em fazer músicas “chiclete” ou frases de efeitos para decorar o conteúdo.

O problema é que o assunto deve ser revisado antes da prova, porque ela depende exclusivamente da memória a curto prazo.

6. Resumos dos conteúdo

Produzir resumos é uma das atividades preferidas dos estudantes, mas nem sempre ela se mostra totalmente eficaz para melhorar o entendimento da matéria estudada. Por outro lado, ela é uma boa prática para as provas discursivas, mas para os alunos que fizeram provas objetivas, quase que não se teve proveito.

5. Interrogar-se

Durante provas discursivas, às vezes, é muito comum dar aquele famoso branco na mente. Para evitar isso, utilize-se do “por quê?” durante as horas de estudo.

Sempre que se deparar com algum fato que achar importante, interrogue-se, procure saber as causas e os efeitos. Durante essa pesquisa o seu cérebro fará maior esforço para se concentrar e guardar as informações.

4. Auto-explicação

Seja seu próprio professor. Diante de um espelho você pode ler em voz alta e explicar os assuntos para você mesmo, importante lembrar de usar a entonação para indicar os assuntos mais relevantes. É importante também que você use as próprias palavras na hora da explicação.

3. Intercalar matérias

Não adianta tirar o dia para estudar uma disciplina apenas, o cérebro rapidamente vai se cansar e querer mudar de assunto. Para continuar concentrado o ideal é dividir suas horas de estudos para matérias diferente, se você tem 6 horas por dia, tente transitar por 3 ou 4 matérias.

2. Distribuir a prática

Tudo na véspera do concurso público? Sem chance. Uma boa técnica de estudo é distribuir o conteúdo durante os dias da semana é muito mais eficaz do que decorar tudo algumas horas antes.

Além disso, é preciso estudar de 10% a 20% do tempo que você precisa para manter o assunto na cabeça. Ou seja, você precisa lembrar de uma matéria por 5 anos, estude ela a cada 6 meses.

1. Praticar testes

Essa técnica consiste em fazer provas, resolver questões, lidar na prática com o que pode ser encarado na hora “H”. Familiarizar-se em resolver questões dará mais habilidade na hora da prova. Assim, ao chegar no dia da prova você já estará mais habituado com a prática e não terá problemas com o estudo.

Agora que você conhece as melhores técnicas de estudo pode escolher quais melhor se encaixam e colocar em prática no seu dia a dia.

Quer acompanhar mais novidades sobre o universo dos concursos? Então curta nosso Facebook e fique por dentro de tudo que acontece.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.